Biólogo revela o que é mito e o que é verdade no debate sobre os plásticos nos mares

Palestra com Alexander Turra ocorre durante o 3° Congresso Brasileiro do Plástico, que ocorre no dia 16 de outubro em Porto Alegre/RS

 

Os mitos e as verdades sobre os perigos dos plásticos nos mares serão debatidos em palestra na capital gaúcha, durante o 3° Congresso Brasileiro do Plástico (CBP), que ocorre no dia 16 de outubro na PUCRS, em Porto Alegre (RS). O objetivo do evento é debater a importância e a relação dos plásticos com a sociedade e a preocupação com o oceano será a temática do biólogo Alexander Turra. “A nossa capacidade enquanto sociedade em lidar com os resíduos que geramos é inferior à velocidade com que geramos esses resíduos e ao modo como eles impactam os oceanos”, avalia o especialista, que é professor do Instituto Oceanógrafo na Universidade de São Paulo (IOUSP).

Turra possui graduação em Ciências Biológicas, mestrado e doutorado em Ecologia. Atualmente é professor e atua nos temas de manejo integrado e conservação marinha, Impacto ambiental marinho, mudanças climáticas; lixo nos mares e ecologia de populações e comunidades marinhas. O palestrante é membro do Grupo de Trabalho do Grupo de Peritos sobre Aspectos Científicos da Proteção do Ambiente Marinho (GESAMP) sobre “Fontes, destinos e impactos dos microplásticos no ambiente marinho – uma avaliação global”.

Turra também está à frente da Ação do Plano de Ação Federal da Zona Costeira para o Combate do Lixo no Mar, coordenando o processo de elaboração do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar em conjunto com o Ministério do Meio Ambiente.