Nossas
Notícias

4 de julho de 2016

Iniciativa discutirá a importância do plástico na qualidade de vida das pessoas (Plástico Sul/RS)

O plástico vem se destacando, ao longo das últimas décadas, como indispensável para a sociedade moderna. Na saúde, o plástico está presente em hospitais com produtos de alta tecnologia, mais acessíveis e seguros. Basta olhar para um centro cirúrgico e se deparar com seringas, bolsas de sangue e soro, cateteres, mangueiras, cadeiras de rodas, até elementos mais sofisticados, como próteses de coração, de pulmão e membros para pessoas amputadas. Também é presente em aplicações que previnem doenças e promovem qualidade de vida, como no saneamento básico e tratamento da água potável.

Por ser uma das matérias-primas mais pesquisadas, o plástico compõe aplicações que geram eficiência energética, economia, alta performance e sustentabilidade. Graças ele, os produtos ficaram mais acessíveis, facilitando a ascensão de outras classes consumidoras,beneficiando um maior número de pessoas. Segmentos como o automotivo estão desenvolvendo veículos mais leves, seguros e econômicos. No agronegócio, o plástico está melhorando os processos desde o campo até a mesa do consumidor, contribuindo com maior produtividade, evitando o desperdício e aumentando o tempo de vida e a qualidade dos alimentos.

No Brasil, o setor plástico conta quase 12 mil empresas de transformação, de pequeno, médio e grande portes, gerando mais de 300 mil empregos diretos, destacando-se como o quarto setor que mais emprega no país. Para Alfredo Schmitt, Presidente do Congresso Brasileiro do Plástico, o Brasil tem potencial para avançar no campo do desenvolvimento de novas aplicações, com produtos de maior valor agregado que possam atender as demandas do mercado global. “Nosso desafio é continuar investido em pesquisa, desenvolvimento e qualificação profissional para atender as demandas do consumidor, cada vez mais exigentes por produtos com qualidade e viés sustentável”, afirma o executivo.

Neste ambiente, o Brasil receberá o 2º Congresso Brasileiro do Plástico, uma das principais iniciativas do segmento para América Latina com o objetivo de evidenciar o plástico como elemento indispensável para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Nesta edição, congressistas do Brasil e do mundo discutirão as contribuições do produto em segmentos estratégicos como saúde, sustentabilidade, inovação e tecnologia e exportação. O evento será realizado nos dias 5 e 6 de outubro, na sede da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre (RS). Segundo Schmitt, o setor está dialogando cada vez mais com a sociedade para que os atributos do plástico sejam percebidos na mesma proporção dos benefícios que a população tem ao usá-lo.

Nos dois dias de Congresso, estarão reunidos os principais especialistas do setor do plástico, representantes de sindicatos, membros de entidades ligadas ao setor, professores e pesquisadores de universidades nacionais e internacionais, empresários e representantes do Poder Público (Executivo, Legislativo e Judiciário)para ampliar os conhecimentos sobre essa importante cadeia produtiva e sua contribuição para a sociedade. O congresso é organizado por três importantes sindicatos do setor do plástico – Sindicato das Indústrias de Materiais Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás), Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Vale dos Vinhedos (Simplavi) e Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Rio Grande do Sul (Sinplast).

Além dos sindicatos, o evento conta com o patrocínio de empresas como Braskem, Fitesa e FFS Filmes. Além das empresas entidades do setor como a Plastivida, Instituto do PVC, e ABIEF também patrocinam o evento. O evento também conta com o apoio especial de entidades como a ABIPLAST, Adirplast, Simpep, Simpesc, além de Abimaq, ABINFER, ABRAPLA, INP, Simplast, SIMPLAS NP e Sindiplast.
 

Disponível em: http://www.revistaplasticosul.com.br/noticia/356#.V31A4LgrLIV

Confira outras notícias