Nossas
Notícias

17 de outubro de 2014

Iniciativa inédita mostra as diferenças do mundo com e sem os plásticos (Folha do Cerrado/MT)

Iniciativa inédita mostra as diferenças do mundo com e sem os plásticos

O objetivo é mostrar à população o quanto o produto está presente em nossa rotina, seja nos hospitais, dentro de casa, no supermercado ou no transporte público

O Brasil – em iniciativa inédita na América Latina – mostrará ao mundo como o plástico está inserido hoje em dia na rotina das pessoas, tornando-se elemento indispensável para o bem estar das famílias e sua qualidade de vida, o meio ambiente, a saúde, entre outros setores. Todas estas nuances serão desenhadas no 1º Congresso Brasileiro do Plástico, que será realizado nos dias 5, 6 e 7 de novembro, na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), em Porto Alegre. Além da área de exposição, que trará exemplos práticos da inserção dos plásticos nos mais diversos segmentos, o Congresso apresentará cases e promoverá debates entre diretores, professores e executivos nacionais e internacionais sobre os benefícios dos plásticos em diversas aplicações do cotidiano.

O Congresso tem o objetivo de evidenciar o plástico em situações que, em função da correria diária, muitas vezes passam despercebidas. Por exemplo, como seria uma sala de cirurgia sem nenhum produto feito de plástico?Desde as vestimentas dos médicos e enfermeiros, passando pelos equipamentos descartáveis como as seringas e bolsas de sangue e soro, os cateteres, próteses, até os equipamentos estruturais da sala (luminárias, etc), entre tantos outros componentes são feitos de plásticos.

E um supermercado, como seria sem nenhum produto plástico? Os alimentos seriam vendidos à granel, sem identificação da marca, da validade, de sua origem, etc; Alimentos frescos como carnes, frios, entre outros, seriam expostos sem embalagens: o risco de contaminação seria maior e a durabilidade dos alimentos menores, fatores que gerariam maior desperdício. Isso sem falar na estrutura física do supermercado – gôndolas, iluminação, etc.

E você já parou para pensar a função dos plásticos nos veículos? Hoje, cerca de 60% de um carro ou ônibus são plásticos que deixam os veículos mais leves, aumentando performance e diminuindo emissões; que aglutinam maior tecnologia de preservação dos passageiros em caso de colisão, entre outros benefícios.

Todos esses cenários estarão expostos no Congresso, inclusive soluções voltadas às obras de saneamento básico e recursos híbridos, que utilizam o plástico em praticamente todos os seus processos. De acordo com o presidente do Congresso, Alfredo Schmitt, será uma grande oportunidade de a população conferir in loco o papel fundamental que o plástico tem no desenvolvimento de vários setores. “O objetivo é que os visitantes vejam com seus próprios olhos funções para os plásticos que hoje acabam passando desapercebidas, uma vez que esses produtos fazem parte do dia-a-dia das pessoas”, afirma o presidente do Congresso, Alfredo Schmitt.

Palestrantes também são destaque - Durante os três dias, em evento paralelo à exposição, estarão presentes os maiores especialistas ligados ao setor do plástico, professores de universidades nacionais e internacionais, membros de entidades ligadas ao setor, empresários, representantes de governos e representantes de sindicatos que se reunirão para discutir o uso dos plásticos em importantes segmentos da economia, como a agricultura, medicina, saneamento básico, construção civil e embalagens.

O papel do plástico no combate a fome é um dos temas do evento. Na oportunidade, nomes como Dr. Jeffrey Brecht, diretor do Centro de Distribuição de Alimentos e Varejo da universidade da Flórida; Bernard Le Moine, membro do Comitê Francês de Plásticos na Agricultura (CPA); Álvaro Azanha, Consultor de inovação da Innovation Center da BRF, falarão sobre a sua empregabilidade na proteção dos alimentos, na utilização no transporte e distribuição, na criação de soluções para estocagem e embalagem, até o armazenamento da água. Os palestrantes também falarão sobre o baixo custo do material, bem como a sua contribuição para prolongar a vida útil do alimento, tornando-o cada vez mais acessível ao consumidor, inclusive em localidades mais longínquas.

Um dos assuntos que também serão tratados no Congresso é a contribuição do plástico para a manutenção da saúde. A evolução tecnológica do material ao longo dos anos permite a sua aplicação nos mais variados segmentos, tornando a sua utilização indispensável na vida cotidiana das pessoas. Na medicina, é praticamente impossível imaginarmos a sua evolução sem a utilização do material. Este tema, inclusive, será abordado pela Dra. Maria Elizete Kunkel, Professora da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), que coordena projetos de pesquisa em tecnologia assistiva, como próteses de mão por prototipagem rápida (impressoras 3D) para vítimas de acidente de trabalho, em parceria com o Hospital das Clínicas da USP.

O Congresso também trará para o debate a importância do plástico na adequação do fornecimento de água, a criação de sistemas eficientes de saneamento básico e a relação destes fatores com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) brasileiro. Para este segmento, inclusive, o Governo Federal tem apresentado uma série de medidas voltadas às melhorias no saneamento básico no Brasil. Uma delas, lançada no ano passado, foi o Plano Nacional de Saneamento Básico, que determina as diretrizes, metas e ações de saneamento básico para o país para os próximos 20 anos.

Neste período, os investimentos determinados no plano devem chegar aos R$ 508,4 bilhões, e o objetivo é abastecer 99% do território nacional com água potável. O plástico tem papel estratégico e indispensável nesse desenvolvimento, não só para a melhoria da condução do esgoto – fundamental para evitar a proliferação de doenças – mas também para a canalização e distribuição de água potável por todo o país. Falarão sobre o tema Miguel Bahiense, presidente do Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos (Plastivida); e Rogério Kohntopp, diretor de Tecnologia, Qualidade, Sustentabilidade e Inovação da Tigre S.A. “A programação do Congresso foi estruturada para levar ao público, de forma prática e detalhada, todos os conceitos de inovação e tecnologias aos quais o plástico se insere. Pretendemos mostrar que o plástico é um produto inteligente, fundamental e indispensável na vida das pessoas”, finaliza o executivo.

Confira a programação completa:

http://www.congressodoplastico.com.br/programacao.

Disponível em: http://folhadocerrado.net/noticia/iniciativa-inedita-mostra-as-diferencas-do-mundo-com-e-sem-os-plasticos

Confira outras notícias