Alto desempenho e sustentabilidade do plástico são temas de evento em Porto Alegre

Com o objetivo de debater a importância do plástico para o desenvolvimento, Porto Alegre (RS) sedia a 3ª edição do Congresso Brasileiro do Plástico (CBP). O evento ocorrerá nos dias 15 e 16 de outubro de 2018, no Centro de Eventos da PUCRS. Na segunda-feira (15/10), primeiro dia de evento, acontece jantar de confraternização. Já a abertura será realizada pelo presidente do SIMPLAVI – Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Vale dos Vinhedos, Ivanio Angelo Arioli, na terça-feira (16/10), às 8h30. A primeira palestra, sobre as verdadeiras soluções para o plástico, será com o empresário e diretor da empresa Plásticos Itália Ltda., Jaime Lorandi.

A diretora da área de Reciclagem e Plataforma Wecycle, Fabiana Quiroga Garbin, ministra painel que explica o ciclo consciente do plástico reciclável, a partir das 9h20. O projeto visa fortalecer o posicionamento estratégico e alavancar o fomento de iniciativas, negócios e soluções sustentáveis relacionadas à economia circular do plástico, em especial à reciclagem.

Preocupação atual, os plásticos nos mares serão debatidos com a explanação de Alexander Turra. O palestrante possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Campinas, com mestrado e doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente, trabalha como professor titular do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IOUSP), atuando com manejos integrados e conservação marinha, impacto ambiental marinho, mudanças climáticas, lixo nos mares e ecologia de populações e comunidades marinhas.

O case de sucesso do projeto Tampinha Legal será compartilhado pelo presidente do Instituto Sustenplást, Alfredo Schmitt. O painel inicia às 11h. Após, será realizada mesa redonda com os quatro palestrantes da manhã.

O presidente da ABIPLAST – Associação Brasileira da Indústria do Plástico e do SINDIPLAST – Sindicato da Indústria de Material Plástico, José Ricardo Roriz Coelho, fala sobre as exportações do plástico brasileiro, na volta do intervalo de almoço, às 13h50. O painel também será comandado pelo diretor da Videplast, Domenico Macchia. O executivo trabalha desde 2008 na empresa, coordenando projetos de inovação, aquisições de novos equipamentos e tecnologias, visando alavancar as exportações do grupo.

As megatendências de embalagens plásticas, focando em ambientes, alimentos e acessos, serão discutidos pelo norte-americano Ronald D. Sasine, graduado na Escola de Estudos Internacionais Avançados, da Universidade de John Hopkins e graduado na Universidade Brigham Young. Ele trabalhou como professor adjunto na Faculdade de Administração de Empresas Sam M. Walton, na Universidade do Arkansas. Sasine é um frequente comentarista da indústria de embalagens, publicado e citado nos jornais The New York Times, CNBC, Forbes.com e USA Today. Em 2017, a sua pesquisa sobre o ramo de embalagens o levou para falar em fabricantes, centros de distribuição e varejistas do México, Brasil, Equador, Inglaterra, Alemanha, Islândia, Escócia, Suíça, Tanzânia e Turquia, bem como em locais por todos os Estados Unidos.

Outra atração internacional do evento será o português Ricardo Andrade. Ele é licenciado em Engenharia de Polímeros na Universidade do Minho, mestre em Formulação e Tecnologia de Produto na Universidade de Huelva, e doutor em Case Western Reservem University, no Departamento de Ciência e Engenharia de Macromoléculas em Cleveland. Sua pesquisa abrange a compreensão da complexa relação entre a história termomecânica e a estrutura/morfologia de nano compósitos poliméricos com base em materiais 2D (grafeno, MoS2, hBN, fosforeno, etc). O último painel reúne os debatedores da tarde para uma mesa redonda.

Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail: simara@congressodoplastico.com.br